Ajude o Instituto Mário Penna

"Ontem, recebi minha alta depois de 7 anos de tratamento e acompanhamento dessa ótima instituição e toda a sua equipe."

Cuidados paliativos no tratamento de feridas tumorais

27/12/2017 Por: Instituto Mário Penna Categoria: Cuidados Paliativos

O que são feridas tumorais?

As feridas tumorais são decorrentes da quebra da integridade da pele, pelo crescimento desordenado de células malignas e consequente infiltração delas nas estruturas da pele. O aparecimento dessas lesões está geralmente associado à demora do paciente em procurar auxílio médico, diagnóstico tardio do câncer e desconhecimento do processo saúde-doença, com consequente retardo no início do tratamento.

Sintomas e tratamento:

O tratamento das feridas deve ser de forma paliativa, a fim de minimizar os sintomas como sensibilidade, dor, mau cheiro, liberação de grande quantidade de secreção e sangramento, além de deformações corporais com alteração na autoimagem.  O tratamento tópico das feridas tumorais tem como objetivo o controle desses sintomas e a meta é o curativo confortável, funcional e estético. O controle do odor e da secreção requer limpeza criteriosa e cuidadosa. No consenso entre toxicidade e efetividade, proteger a pele e as bordas da ferida tumoral tem sido técnica recomendada.

O que se espera é proporcionar ao paciente mais conforto e segurança, consequentemente, melhorando sua qualidade de vida e permitindo a sua convivência social sem qualquer influência de sua doença. Entretanto, atualmente, é difícil determinar uma conduta adequada para o tratamento de feridas, em decorrência não só do aumento dessas lesões por câncer, mas também ocasionadas por outros fatores. Com isso, o enfermeiro assume um papel fundamental no cuidado das feridas, através da orientação e da promoção à saúde e do seu conhecimento especializado na escolha dos curativos adequados para amenizar os sintomas.

Por José Ferreira Pires Júnior
Enfermeiro estomaterapeuta  da Comissão de Prevenção e Tratamento de Lesões Cutâneas do Instituto Mário Penna

Compartilhe essa notícia:
Outras notícias de Cuidados Paliativos