Ajude o Instituto Mário Penna

"Ontem, recebi minha alta depois de 7 anos de tratamento e acompanhamento dessa ótima instituição e toda a sua equipe."

11 respostas sobre o câncer de mama que você precisa saber!

17/10/2018 Por: Instituto Mário Penna Categoria:



De acordo com o Inca, o câncer de mama é o mais comum tipo em mulheres em todo o mundo. A cada ano, a América Latina tem cerca de 115 mil novos casos, sendo cerca de 60 mil provenientes do Brasil.

Se suas dúvidas sobre o câncer de mama ainda não foram respondidas, preste atenção! Neste post de hoje responderemos as 11 perguntas mais frequentes entre as mulheres sobre o câncer de mama. Todas as perguntas são fruto de um bate papo com a mastologista Dra. Kerstin Kapp Rangel, médica do Instituto Mário Penna.

1. Afinal o que é o câncer de mama?
É uma proliferação anormal e desordenada de células do tecido mamário.

2. Quais fatores podem ser causadores ou podem colaborar para o surgimento do câncer de mama? Qual a relação
do câncer de mama coma genética?
O surgimento da doença está diretamente relacionado à exposição ao estrogênio e, por isso, entre fatores de risco,
destacam-se dois mais importantes: pertencer ao sexo feminino e a idade. Quanto mais velha a mulher, maior o seu risco
em adoecer da neoplasia.
A relação do câncer de mama com a genética é bem menos significativa. Apenas cerca de 5% de todos os casos estão
relacionados à mutações genéticas familiares e hereditárias. A enorme maioria dos casos são esporádicos.

3. Quais são os sintomas do câncer de mama?
Alterações do contorno ou volume das mamas, nódulos, retrações ou saída de secreção através do mamilo de forma
espontânea e nódulos endurecidos na axila, podem ser, mas não necessariamente, sinais de câncer de mama.

4. Como prevenir, além do autoexame?
A prevenção secundária, que consiste do diagnóstico precoce da doença, é obtida através do exame clínico regular e
da mamografia anual.

5. Qual é a forma de fazer um diagnóstico mais eficiente?
Controle anual com mastologista, mamografia anual após os 40 anos e autoexame mensal.

6. Qual profissional deve ser procurado inicialmente?
O profissional médico especializado em cuidar da saúde mamária é o mastologista.

7. O câncer de mama também afeta aos homens? Qual a diferença do câncer nas mulheres?
Sim. Aproximadamente 1% de todos os casos de câncer de mama ocorrem em homens. A idade de acometimento é
acima de 65 anos, através de nódulos endurecidos próximos ao mamilo comprometendo mais frequentemente a pele.

8. Existe uma idade em que o câncer de mama ocorra com mais frequência?
O pico de incidência do câncer de mama é por volta dos 55 anos da mulher.

9. Qual é a indicação de faixa etária para a realização da mamografia?
A Sociedade Brasileira de Mastologia recomenda exame mamográfico anual a partir dos 40 anos.

10. Como funciona o tratamento do câncer de mama?
O tratamento do câncer de mama é baseado em três pilares: a cirurgia, a radioterapia e o tratamento sistêmico
(hormonioterapia, quimioterapia, terapias alvo, etc)

11. Oque deve ser feito para que a doença não reincida?
Manter o seguimento indicado pelo seu medico. Inicialmente de 3/3 meses, passando para de 6/6 meses e posteriormente
anual.

Conheça a campanha Outubro Rosa do Instituto Mário Penna.

Com o objetivo de despertar a ideia da prevenção e a importância do diagnóstico precoce, a campanha busca difundir informações a respeito da doença e o engajamento da população ao longo de todo o mês. A intenção é promover a conscientização sobre o câncer de mama para além da realização da mamografia anual. Ela busca principalmente ressaltar a importância do diagnóstico precoce por meio da avaliação de exames físico e clínicos e incentivar as mulheres a manterem hábitos de vida saudáveis, como a ingestão de frutas e legumes que contêm vitaminas e fibras que auxiliam nas defesas naturais do corpo.

De acordo com o presidente do Instituto Mário Penna, Paulo José de Araújo, a campanha Outubro Rosa é uma oportunidade de colocar em evidência uma das doenças que mais atinge mulheres no Brasil. “O Instituto Mário Penna realiza a campanha porque considera que a promoção de saúde e a prevenção ao câncer são pontos prioritários para o bem-estar da sociedade”, afirma. “Isto também está na nossa Visão Institucional – ‘Ser uma instituição de referência em prevenção, diagnóstico, ensino e pesquisa em câncer’. Desta forma, campanhas de prevenção ao câncer estão intrínsecas a nossa atuação e razão de existir, e o Outubro Rosa é a maior delas”, completa.

Compartilhe essa notícia:
Outras notícias de

Nenhuma notícia encontrada.